quarta-feira, 23 de agosto de 2017

23 anos de GEPEM


No dia 27/08 o GEPEM estará comemorando 23 anos de presença em atividades acadêmicas e de ativismo na UFPA. Um grupo que surgiu como meio de radiografar a circulação de colegas que estudavam a questão das mulheres, em 1994, foi incluindo outras temáticas como as teorias de gênero e se viu em um percurso de estudos transversais no conhecimento científico encontrando a teoria crítica feminista para o aprofundamento das indagações que ainda hoje estão presentes sobre as mulheres e demais grupos identitários que vão se inscrevendo na vivência do nosso dia a dia.

Para comemorar a data promoveremos um “Sarau Feminista Cine-Lítero-Musical”, na segunda feira próxima, dia 28 de agosto de 2017, a partir das 09:00h no auditório de Filosofia (altos do IFCH- UFPA).

A proposta é a seguinte:

Abertura – “O que dizer dos estudos atuais sobre mulheres e gênero?”

Programação Cine-Lítero-musical

1) Declamação de poemas escritos por mulheres em sua transversalidade de gênero e raça, geração, classe etc;
2) Textos literários de autoria feminina;
3) Uma canção para você;
4) Um vídeo criado para a ocasião.


Solicitamos que as/os colegas interessadas/os em participar dessa programação encaminhem, até sexta feira, 25/08, pela manhã (12h), o título de seu poema, texto, música etc. (escolher material curto para que todos sejam contemplados).


Além da ciência, a arte também tem vez nos estudos do GEPEM.


terça-feira, 8 de agosto de 2017

Gênero, Feminismo, Interseccionalidade nas linhas de estudos GEPEM/UFPA

Intencionando contribuir e continuar com os debates sobre o feminismo interserccional e as inúmeras questões de gênero que norteiam nossa sociedade e cultura, nas atividades da linha Gênero, Feminismo e Interseccionalidade/ GEPEM, destacamos as categorias de gênero, raça, classe e as diferenças culturais Interseccionada nos debates de gênero. Pretende-se discutir esses conceitos na abordagem decolonial, que apresenta uma especificidade da América Latina e Caribe e, também, os debates que se coadunam com o feminismo negro. O primeiro minicurso deste ciclo está centrado no tema “Não sou eu uma mulher?” tendo como bibliografia o livro de Bel Hooks, “Não sou eu uma mulher. Mulheres negras e feminismo”. O minicurso ocorrerá nos dias 21 e 22 de agosto, das 14h às 17h, na sala 15 dos altos do IFCH.

Estratégia metodológica: apresentar os pontos centrais dos 5 capítulos, interagindo com imagens e vídeos que possam representar os conceitos mais fecundos da obra.


Link do livro: https://goo.gl/Ymx1se

sexta-feira, 4 de agosto de 2017


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
    GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS “ENEIDA DE MORAES” SOBRE MULHER E RELAÇÕES DE GÊNERO - GEPEM/UFPA

AVALIAÇÃO 2017 - PROVAS E OUTROS DOCUMENTOS -

MATRÍCULA DO/A CANDIDATO/A
PROVA ESCRITA
ENTREVISTA
HISTÓRICO
CURRICULO
MÉDIA
201605540070
10,0
10,0
6,5
8,0
8,6 (BOM)
201505540022
8,0
8,0
8,0
7,0
7,6 (BOM)
201605540010
7,0
7,0
8,0
7,0
7,3 (BOM)
AUSENTES
Paula Maira Alves Cordeiro





Ana Paula de Brito Oliveira





Jadson Lobato Gonçalves





Letícia Monteiro Pimentel
(Fora do Edital)




Eliandra Gleice Passos Rodrigues






Obs: Considerando a avaliação integral de alunas e alunos que se inscreveram para o preenchimento de duas (bolsas) de pesquisa PIBIC /CNPq foi elaborada uma prova escrita, um roteiro para entrevistas, analisando-se ainda os documentos Histórico Escolar e Currículo apresentados.
O artigo abaixo, do Regimento da UFPA, considera que:
Art. 178. Para fins de avaliação qualitativa e quantitativa dos conhecimentos serão atribuídos aos alunos da graduação e da pós-graduação os seguintes conceitos, equivalentes às notas:
EXC – Excelente (9,0 - 10,0)
BOM – Bom (7,0 - 8,9)
REG – Regular (5,0 - 6,9)
INS – Insuficiente (0 - 4,9)
Destarte, a coordenação do projeto atribuiu a nota especifica do Regimento considerando o teor do processo interno.
No referente ao histórico, houve avaliação das reprovações (o n° de reprovações e dos semestres). Agradeço às/aos participantes da seleção.
Belém, 04 de agosto de 2017
Coordenadora do Projeto

Maria Luzia Miranda Álvares